R e C Cirurgia Plástica na Asa Sul

R e C Cirurgia Plástica na Asa Sul

R&C Cirurgia Plástica na Asa Sul

R&C Cirurgia Plástica

Dr Cristian Haesbaert

CRM-DF : 21489 / RQE 12985

Médico
Currículo :
– Formado em Medicina em 2007 na Universidade Federal de Santa Maria.
– Residência em Cirurgia Geral no Hospital Federal de Ipanema no Rio de Janeiro (MEC).
– Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro (MEC).
– Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela SBCP e AMB.
– Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica- SBCP.
– Pós-graduação Lato Sensu em Cirurgia Plástica pela Universidade Gama Filho – RJ.
Saiba Mais

Dra Raquel Camelo

CRM-DF : 16502 / RQE 13269

Médica

Currículo :
– Formada em Medicina em 2009 na Universidade de Brasília (UnB).
– Residência em Cirurgia Geral no Hospital Universitário de Brasilia (HUB­MEC).
– Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro (MEC).
– Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela SBCP e AMB.
– Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica­ SBCP.
– Pós-­graduação Lato Sensu em Cirurgia Plástica pela Universidade Gama Filho – RJ.
Saiba Mais

Clínica
Endereço : L2 Sul – SGAS 614 – Vitrium Centro Médico – Sala 234
Localidade : Asa Sul – Brasília – DF
Telefones : (61) 3526-7571 / (61) 99954-1121 (WhatsApp)

Site: http://www.cplasticabrasilia.com.br/

Atende em Brasília

3

Mamoplastia de Aumento ou Prótese de Mamas
(“Prótese de Silicone”)

O implante de prótese de silicone nas mamas é um dos procedimentos mais realizados na Cirurgia Plástica. O procedimento cirúrgico é rápido, tem excelentes resultados, baixo índice de complicações e traz bastante satisfação para a paciente, o que lhe confere grande sucesso. O implante de silicone, também chamado de mamoplastia de aumento, é um procedimento cirúrgico que tem como objetivo aumentar o volume das mamas e proporcionar um melhor contorno, firmeza e simetria para os seios através da inclusão de prótese de silicone. Os implantes modernos e as técnicas atuais permitem uma maior segurança no procedimento e menor tempo de recuperação.

Indicação

A cirurgia é indicada para pacientes que desejam aumentar o tamanho das mamas. O implante de silicone também é recomendado para casos em que houve o comprometimento da sustentação e firmeza das mamas, como as mulheres cuja perda de peso ou gravidez alterou o formato dos seios. Mulheres que tenham assimetria entre as mamas também podem ser beneficiadas por esta cirurgia.

Técnica cirúrgica

A técnica cirúrgica empregada depende fundamentalmente de uma discussão cuidadosa entre médico e paciente. Além do tipo de prótese de silicone, deve ser definida a loja anatômica – local onde ficará alojada a prótese nas mamas.

O implante de silicone nos seios pode ser colocado por via axilar (técnica praticamente abandonada nos dias atuais), submamária (abaixo das mamas) ou pela aréola (periareolar), dependendo da indicação médica e da paciente.

Em todos os casos, a cicatriz será a mais discreta possível. O implante pode ser colocado acima do músculo peitoral (suglandular) ou submuscular (abaixo do músculo), variando de acordo com a indicação médica. A cirurgia de implante de silicone nas mamas dura entre 1 a 3 horas.
Anestesia

A anestesia mais adequada depende da avaliação médica e do paciente. Na colocação de prótese de mama, as opções são a anestesia local com sedação, anestesia peridural ou anestesia geral.

A prótese

A escolha da prótese de mama varia bastante entre as pacientes e é feita pela análise do biótipo, da base da mama, da largura do tórax ou pela quantidade de tecido mamário existente.

Recuperação

Um sutiã específico para pós-operatório de mamoplastia deve ser utilizado, dia e noite, no primeiro mês após a cirurgia, para auxiliar no posicionamento das novas próteses e na recuperação. Ele deve ser usado inclusive para dormir, para proteger e sustentar os seios, permitir a cicatrização perfeita dos tecidos e acelerar a reabsorção do inchaço.

Normalmente a paciente sente desconforto e inchaço durante os sete primeiros dias de recuperação. Em 5 dias, o paciente já está liberado para as suas atividades cotidianas, desde que não pegue peso. Em 15 dias, o paciente já pode voltar a dirigir. Não se deve dormir de bruços ou de lado por pelo menos 45 dias.

As atividades físicas serão liberadas em 30 a 45 dias.

A mama ganha a sua forma definitiva em três meses.

Saiba Mais

Abdominoplastia

A abdominoplastia, e sua variante, a mini-abdominoplastia, ocupam o terceiro lugar entre as cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil – são cerca de 80 mil procedimentos por ano. O envelhecimento natural, a hereditariedade, a gestação e as oscilações de peso podem ocasionar alterações estéticas e funcionais no abdômen, tornando esse procedimento necessário. Tanto homens quanto mulheres podem ter indicação para uma mini-abdominoplastia ou uma abdominoplastia. Mulheres que já tiveram filho ou não e que desejam no futuro ser mães podem se submeter, pois essa cirurgia não acarreta nenhum problema à gestação embora o resultado obtido com a cirurgia, nesse caso, vá ser perdido. O excesso de pele na parte inferior do abdome associado a uma diástase (separação, afastamento excessivo) do músculo reto abdominal são as alterações que mais incomodam os pacientes e esses são corrigidos durante a cirurgia.

Saiba Mais

Leave a Comment

*Required fields Please validate the required fields

*

*

Menu