Dra Flávia Vasconcelos Alergologista Infantil na Tijuca

Dra Flávia Vasconcelos Alergologista Infantil na Tijuca

Dra Flávia Vasconcelos Alergologista Infantil na Tijuca

CRM : 52.86198-7

RQE : 22555

Currículo :

– Graduação em Medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), 2008

– Residência Médica em Pediatria pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), 2011
– Pós-graduação em Alergia e Imunologia no Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG/UFRJ), 2013.
– Título de Especialista em Alergia e Imunologia pela ASBAI, 2013.
RJ
Médica
Endereço : Rua São Francisco Xavier, 32 – Sala 609
Bairro : Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
Telefone : (21) 3564-9977
Instagram : draflavia.alergoped
15

Alergia

Alergia é uma reação exagerada do organismo a substâncias normalmente inofensivas a pessoas não alérgicas.

Em nosso meio há muitos ácaros, fungos e vários outros alérgenos que podem não causar nenhuma reação na maioria das pessoas, porém desencadeiam espirros, coriza, prurido nasal, lacrimejamento (no caso da rinite), crises de falta de ar e chiado no peito (na asma) e também reações na pele como urticária e angioedema.

Porque umas pessoas são alérgicas e outras não ?

Porque há o fator genético envolvido. Filhos de pais alérgicos tem maior probabilidade de apresentar alergia do que filhos de pais não alérgicos. Porém o fato de ambos os pais não apresentarem alergia, não impede que os filhos sejam alérgicos.

A alergia pode se manifestar de várias formas. Temos manifestações respiratórias, como rinite e asma, manifestações oculares (conjuntivite alérgica), manifestações cutâneas (urticária, angioedema, dermatite de contato, dermatite atópica, prurigo estrófulo), manifestações variadas como alergia a medicamentos, ao látex, a alimentos, anestésicos e a anafilaxia, uma reação alérgica grave.

Como identificar uma pessoa alérgica ? Principalmente através da história clínica e exame físico do paciente. Para complementar o diagnóstico, podemos solicitar exames de sangue, radiografias, provas de função respiratória, testes cutâneos, testes de contato e etc.

O tratamento depende do tipo de doença alérgica apresentada pelo paciente.

Procure um médico especialista para diagnóstico e tratamento adequado.

1 Comment

  1. Maria Antônia Author junho 23, 2017 (9:14 pm)

    Profissional dedicada, atenciosa, preocupada com o bem estar do paciente e em explicar e tirar nossas dúvidas.

    Reply to Maria Antônia

Leave a Comment

*Required fields Please validate the required fields

*

*

Menu