Dr José Milfont Urologista no Centro Rj

Dr José Milfont Urologista no Centro Rj

Dr José Milfont Urologista no Centro Rj

Dr José Cocisfran Alves Milfont Urologista no Centro Rj – Urologia

CRM : 5243911-6

– Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia

– Diretor do Instituto de Urologia do Rio de Janeiro – UROTECH

– Diplomado pela Faculdade de Medicina da UFPe

– Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Adventista Silvestre

– Residência Médica em Urologia no Hospital dos Servidores do Estado – RJ

– Mestrado em Urologia pela Escola de Ciências Médicas da UERJ

– Ex-presidente da SBU/RJ

– Ex-diretor Técnico do Hospital Central do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro

– Coautor do livro Urologia Minimamente Invasiva – Editora Revinter

– Membro da Câmara Técnica de Urologia do CREMERJ

– Membro Correspondente da Associação Americana de Urologia

Médico

Endereço : Avenida Rio Branco, 156 – Salas 1601/1602 – Edifício Avenida Central

Bairro : Centro da Cidade – Rio de Janeiro, RJ

Telefones : (21) 2509-7344 / (21) 98839-6696

Site : http://www.urotech.com.br/index.php

Também atende no bairro do Leblon.

4

Alguns procedimentos feitos pelo Urologista no Centro Rj :

Litotripsia – O grande diferencial neste método de tratamento é o fato de ser feita a fragmentação dos cálculos urinários em qualquer localização do aparelho urinário, sem cortes, de maneira não-invasiva, sendo os fragmentos eliminados espontaneamente pela urina do paciente. Ondas de choque são ondas acústicas, semelhante às de ultra-som, porém com uma maior amplitude e uma menor freqüência. São propagadas em meio líquido de densidade muito próxima à dos tecidos orgânicos (pele, gordura, músculo, rim), de modo que atravessam  os tecidos com mínima perda de energia. As ondas de choque podem ser produzidas por diversos tipos de litotriptores, e o UROTECH, Instituto de Urologia do Rio de Janeiro, onde o Dr José Cocisfran Alves Milfont Urologista no Leblon trabalha, dispõe de um aparelho com gerador eletromagnético de última geração, permitindo uma ótima tolerabilidade do procedimento pelo paciente, sem abrir mão da eficácia.

Biópsia de próstata guiada por Utrassonografia Transretal – O procedimento consiste na obtenção de pequenos fragmentos da próstata, por via endorretal, guiado por ultrassonografia. Conforme a solicitação do médico assistente, o exame pode ser realizado com ou sem anestesia. Caso haja opção de realizar o exame com anestesia, há necessidade do pedido médico e do agendamento prévio da mesma. No UROTECH, a anestesia é sempre realizada por um médico anestesista. Este exame é realizado somente com solicitação médica. No dia do exame, o cliente deve comparecer acompanhado. No caso de clientes com menos de 18 anos, o acompanhante deverá ser um responsável legal. Devem ser apresentados todos os resultados anteriores relacionados à próstata. Não é necessário fazer lavagem intestinal ou qualquer outro tipo de preparo intestinal prévio ao exame, porém os pacientes constipados aconselhamos uso de fleet enema duas horas antes do procedimento. Medicações anticoagulantes e antiagregantes plaquetários devem ser suspensas 7 dias antes do exame, com o consentimento e supervisão do médico assistente. No dia do exame o cliente deve confirmar a suspensão destes medicamentos. Caso não seja possível a interrupção destas medicações, aconselha-se a realização do procedimento em ambiente hospitalar.
O exame requer o uso de um antibiótico por via oral durante cinco dias, com o objetivo de diminuir a possibilidade de contaminação da próstata, que pode ocorrer durante a execução da biópsia. Convém esclarecer que a não-observação desse requisito impede a realização do procedimento. Na prática, o paciente deve comprar dez comprimidos de um antibiótico Cipro® 500 mg (ciprofloxacino) e tomar duas cápsulas na noite anterior ao exame, por volta das 21 horas, iniciando o jejum absoluto a partir desse horário. Na manhã seguinte, imediatamente após o exame o paciente precisa ingerir um comprimido de Ciprol®  e repetir a dose de 12 em 12 horas, por quatro dias. No dia do exame, levar a medicação à unidade de atendimento. Os comprimidos devem ser tomados com um pouco de líquido, de preferência após duas horas de jejum, pois o antibiótico é absorvido mais rapidamente com o estômago vazio. Além disso, não podem ser associados a antiácidos, visto que eles reduzem sua absorção. Caso o médico assistente tenha prescrito antibiótico profilático, o paciente precisa entrar em contato com o UROTECH e informar a respeito.

Estudo Urodinâmico – É necessária apresentação de pedido médico. Pessoas com dificuldades de locomoção, muito idosas, ou que precisam usar de cadeiras de rodas devem estar acompanhadas para a realização da urodinâmica. É necessário chegar com 30 minutos de antecedência para abertura da ficha e acomodação em sala. Medicações anticoagulantes e antiagregantes plaquetários devem ser suspensas 7 dias antes do exame, com o consentimento e supervisão do médico assistente. Este exame é contraindicado na vigência de infecção urinária (cistite bacteriana). Em caso de dúvida, o paciente deve consultar o médico que solicitou o exame ou realizar urocultura. Em mulheres, a urodinâmica não deve ser feita nos dias iniciais da menstruação e/ou de maior fluxo sanguíneo. Para a realização deste exame,recomenda-se estar alimentado com uma refeição habitual (evitar alimentos pesados ou em abundância), feita, no mínimo, uma hora antes do exame. A bexiga deve estar confortavelmente cheia. Para tanto, é necessário ficar de 2 a 3 horas sem urinar ou pelo tempo que conseguir. Podem ser tomados líquidos normalmente antes do exame, mas sem excesso. Pacientes com sonda vesical devem levar ao UROTECH, no dia do exame, um conjunto novo de sonda e bolsa coletora, pois, para a realização da urodinâmica, a sonda é temporariamente retirada e não pode ser reutilizada, assim como a bolsa que compõe o conjunto fechado. Em caso de dúvida, o médico assistente deve ser consultado sobre outras especificações (calibre e material da sonda, tipo de bolsa, etc). Como regra geral, recomenda-se uma sonda de mesmo calibre, feita de silicone ou látex, de preferência, e bolsa coletora fechada. Exames de urina e urocultura devem ser realizados em outra data, uma vez que a amostra empregada na urodinâmica não pode ser utilizada em outras análises.

Urologista no Centro Rj

Videolaparoscopia Urológica – Atualmente a vídeolaparoscopia na área urológica tem sido indicada com mais freqüência para cirurgias urológicas, como a remoção de rins sem função ou com tumores, cistos renais volumosos, cirurgias para correção de estreitamento da junção do rim com ureter, entre outras. A vídeolaparoscopia para cirurgias urológicas é uma grande vantagem em relação à cirurgia convencional, já que a técnica possibilita o retorno do paciente às atividades em um prazo menor, o custo do procedimento acaba sendo mais barato, devido ao tempo de internação hospitalar ser menor e, além disso o procedimento determina maior conforto no pós-operatório e melhores resultados estéticos.

Endourologia – Endourologia é o segmento da urologia que se dedica a instrumentação endoscópica para cirurgias minimamente invasivas. Um método com muitas vantagens em relação às outras formas de cirurgia: maior conforto no pós operatório, excelentes resultados estéticos e menor tempo de recuperação do paciente.

Usando tecnologias de ponta, esse método é tido como o que há de mais moderno no tratamento de transtornos urinários e disfunções urológicas, permitindo ao médico uma seleção de opções que se ajustam as necessidades específicas do paciente.

 

Leave a Comment

*Required fields Please validate the required fields

*

*

Menu