Dr Flavio Brito Câncer de pulmão em Brasília

Dr Flavio Brito Câncer de pulmão em Brasília

Dr Flavio Brito Câncer de pulmão em Brasília

Dr Flavio Brito

CRM DF : 13.611

Cirurgia torácica
Cirurgia torácica robótica

DF

Currículo :

– Graduação em Medicina – Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador – BA.
– Residência Médica em Cirurgia Geral – Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães, Itabuna – BA.
– Residência Médica em Cirurgia Torácica – Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília – DF.
– Doutorado em Cirurgia Torácica – Instituto do Coração, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, São Paulo – SP.
– Observership em Cirurgia Torácica – Duke University, Durham, North Carolina.
– Pós-Doutorado em Cirurgia Torácica – Harvard Medical School, Boston, Massachussets.
– Fellowship em Cirurgia Torácica Minimamente Invasiva – Brigham and Women’s Hospital, Harvard Medical School, Boston, Massachussets.

DF

Endereço : SGAS 915 – Advance 1 – Sala 327
Localidade : Asa Sul – Brasília – DF
Telefones : (61) 3245-6577 / (61) 99870-6577 (WhatsApp)
Site : www.flaviobrito.com.br

3

Dr. Flávio Brito é especialista titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Torácica e membro da IASLC (International Association for the Study of Lung Cancer). Especialista em cirurgia torácica minimamente invasiva treinado no Brigham and Women’s Hospital, Harvard Medical School.

Atua na assistência médica com ênfase em oncologia torácica (câncer de pulmão, câncer de esôfago e tumores do mediastino), no tratamento da Miastenia Gravis e da hiperidrose (suor excessivo).

Atua na área acadêmica no serviço de residência médica de cirurgia torácica do Hospital de Base do Distrito Federal.

Câncer de Pulmão

O câncer de pulmão é uma doença que afeta milhares de pessoas todos os anos e entre as doenças oncológicas é a que causa maior número de óbitos em todo o mundo. O tratamento do câncer de pulmão é multidisciplinar.

A cirurgia é uma etapa muito importante do tratamento e tem como objetivo controlar localmente a doença. A cirurgia pode ser realizada por duas técnicas: aberta (convencional) e a minimamente invasiva.

A técnica aberta utiliza grandes incisões com auxílio de afastadores de costela para ampliação do campo cirúrgico, instrumentos que causam dor significativa no pós-operatório.

A técnica minimamente invasiva utiliza pequenas incisões e dispensa a utilização dos afastadores de costelas. Ela pode ser realizada por vídeotoracoscopia ou robótica.

A cirurgia minimamente invasiva é um grande avanço no tratamento do câncer de pulmão. Além do resultado estético muito superior, o percentual de complicações pós-operatórias é significativamente menor. Isso possibilita uma recuperação mais rápida e alta hospitalar precoce.

Dr. Flávio Brito é especialista em cirurgia torácica minimamente invasiva oncológica treinado no Brigham and Women’s Hospital, Harvard Medical School.

Leave a Comment

*Required fields Please validate the required fields

*

*

Menu